Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O outro lado da coisa

por RG, em 23.11.10

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51

O estranho mundo dos Zombis

por RG, em 22.11.10

  Porque é que nos filmes/séries de zombis, os ditos, têm de se alimentar exclusivamente dos vivos?

 

 Porque é que não se lançam a mordiscar uns aos outros? Só podem comer carninha viva, os coitadinhos? Com estes tempos de crise, não deviam ser muito esquisitos com a alimentação.

 

 E aqueles que durante a vida, eram vegetarianos? Depois de se tornarem morto-vivos, continuam atrás de verduras, ou acabam por ser contagiados pelo mesmo apetite carnal, dos restantes zombis?

 

RG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:48

De saudar

por RG, em 16.11.10

  Após a triste partida do "Eusébio", a "Amália" voltou a ter companhia. As filhotas "Micas" e "Maré", regressaram este mês, do Zoo de Roterdão, para animarem a mãe.

  O Oceanário de Lisboa passa a ser assim, o único local da Europa, onde existem lontras em cativeiro.

 

RG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12

Para mais tarde recordar

por RG, em 15.11.10

  O aniversário foi teu, mas eu é que recebi a prenda. E que prenda. Obrigado por tudo. Por dares, e principalmente por estares.

 

RG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:41

Dormir faz bem saúde

por RG, em 09.11.10

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04

Corte panisga

por RG, em 08.11.10

  Existem cortes ridículos. Principalmente para um homem.

 

  Sinceramente, gajo que é gajo, corta-se com facalhões do mato, navalhas, ou canivetes. Pronto, ainda se admite que seja com a lâmina de barbear também, que não deixa de ser coisa de macho. Agora, se há cortezinho panisga, é o corte de papel, ou afins.

 

  Uma pessoa faz um pequeno golpe, num dedo, e fica logo aflito. É que depois, até parece que o dedo cortado afinal é o mais importante que temos, pois tudo toca lá, ou tocamos com ele em todo o lado. E arde como ó catano.

 

  E depois a vergonha? como explicar aquele sofrimento?

  "- Então pá, tás aí todo contorcido, agarrado ao dedo? O que te aconteceu?"

  "- Ui pá, nem me digas nada. Então não é que estava ali a tirar um envelope do economato, e zás, este golpe do caraças?"

  "- Ahhh, envelope...hummm...pois estou a ver. Mas isso tem oquê? 1 cm de corte, se tanto?"

  "- Epá sim, mas e o que arde? Ui. Ui."

 

RG

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54

Pois é...

por RG, em 05.11.10

  "O mundo está cheio de pessoas com vontade; algumas com vontade de trabalhar e as outras com vontade de as deixar trabalhar."

 

Robert Frost

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

Ah, porque no meio está a virtude!

por RG, em 04.11.10

  Meus amigos, até é verdade que se costuma dizer que, "no meio é que se encontra a virtude". Mas quando estamos a falar das estradas, a coisa muda um bocadinho de figura.

 

  Tendo em conta mais especificamente as auto-estradas, não consigo perceber porque é que os automobilistas portugueses, gostam tanto de conduzir nas faixas do meio, ou da esquerda. É que contraria plenamente o código da estrada, que recomenda sempre a utilização da faixa mais à direita. É impressionante a quantidade de vezes, em que se consegue andar mais desafogadamente, e mais rápido, pela direita, do que pela esquerda.

 

  Ok, circular pela esquerda, deveria ser só para se efectuarem ultrapassagens. Mas o que é facto, é que o pessoal considera a faixa mais à esquerda, como a pista do Autódromo do Estoril. Por isso, toca a acelerar por ali. Bom, mas isso até se admite em certos casos. É compreensível que quem tem pressa, ou quem gosta de andar depressa, vá pela esquerda. O problema maior, são aqueles que têm ideais diferentes. Ou seja, não só não têm pressa, como gostam de andar devagar (ou pelo seguro, vá), mas insistem em ir igualmente no meio ou à esquerda, a empatar trânsito.

 

  Esses condutores-tartaruga, são a praga do meio automobilístico. Já nem falo, quando só existem 2 faixas, que já é mau, mas quando são 3 ou mais? Por favor, o que é preciso para se mancarem, que o lugar deles é à mais direita possível?

 

  O que será que eles pensam? "Hummm, vou deixar-me estar aqui no meio, a 70km/h, porque assim tenho mais margem de manobra, para virar para qualquer lado. Os que vierem atrás, se estiverem mal, até têm mais por onde ultrapassar. Podem escolher a esquerda ou a direita."

 

  Senhores(as) condutores-tartaruga. Atenção! Não são só os "aceleras" que são perigosos. Quem anda devagar, e fora do seu sítio, é igualmente um perigo para o trânsito. Mais que não seja, para vocês próprios(as), pois correm o risco de, para além de ouvirem uns impropérios indesejados, alguém se passar dos carretos, e afinfar-vos uma solha no trombil.

 

  Quem avisa, vosso amigo é.

 

RG

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26

O momento certo

por RG, em 04.11.10

  É do senso comum. Sabemos que estamos com a pessoa certa, quando ela nos faz sentir bem, e nos faz desejar ser um melhor ser humano.

 

RG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:16


Onde o concreto e o abstracto se encontram.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D