Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Re-conhecer

por RG, em 27.08.07

Um dia choveu na Terra.

Sobre a grande árvore da Vida, caíram várias gotas de chuva.

A grande árvore da Vida, tinha inúmeras e enormes folhas da existência.

Numa dessas folhas da existência, foram parar 2 gotas entre tantas outras.

Essas 2 gotas, embora seguindo a mesma direcção, corriam por veios diferentes.

Aos poucos, o vento do destino aproximou-as.

Seguiam agora por estreitos veios paralelos, na folha da existência.

A amizade surgiu de forma natural.

Só que os veios da folha de existência eram irregulares, fazendo com que as 2 gotas se afastassem.

Mas a certa altura, 2 veios, desembocaram num só, e as 2 gotas reencontraram-se.

O encontro aproximou-as.

Ficaram mais perto uma da outra, como nunca tinham estado antes.

Na grande árvore da Vida, numa das inúmeras e enormes folhas da existência, 2 gotas de chuva sorriam por estarem juntas no mesmo veio, sem se preocuparem para onde o vento do destino as levava.

Sorriam, porque naquele singelo momento, sentiam-se simplesmente …bem.

 

RG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:57


4 comentários

De Sugarfree a 27.08.2007 às 11:28

Q coisa bonita Gili... tás apaixonado? eheheh

De ritinha a 27.08.2007 às 12:06

(Re)conhecer, (Re)encontrar, (Re)começar... todas estas palavras se podem aplicar a este texto, que deixa-me dizer-te é dos mais bonitos que já li (não somente teus, mas no geral). Acho que nunca é tarde, excepto quando não se sente, para se conhecer, encontrar ou começar histórias que ficaram soltas algures no passado. Acho que as 2 gotinhas têm tudo e todo o tempo do mundo para se tornarem numa só, sem pressas, ao ritmo de cada uma, respeitando sempre a folhinha da existência e o veio onde correm. Gostava de me atrever a dizer-te que (re)conheço as gotinhas e que acredito que só o destino dirá se continuarão a caminhar no mesmo veio, mas que pelo facto de se sentirem simplesmente bem já valeu a pena o (re)encontro.

Eu ainda tenho a esperança de o meu veio desembocar noutro e de encontrar ou reencontrar uma gotinha que me faça feliz, que crie magia à minha volta e me faça sentir bem, simplesmente por estar.

Torço por um veio calmo, longo e feliz. Beijo.

De kat a 28.08.2007 às 00:40

Duas gotas de chuva.... numa das muitas folhas da árvore da vida, trocam palavras escondidas, deixam falar os sentidos... e (re) descobrem-se num olhar, num gesto, num toque...
São instantes mágicos como esse que fazem rasgar sorrisos e que trazem a paz e a serenidade necessária para se olhar o mundo e a vida com um novo espírito e uma nova cor....
Que as duas gotas se saibam perder... (re) encontrando-se !


De xxx.aranhico.xxx@portugalmail.pt a 30.08.2007 às 22:28

Que bonito!!!!! de vez em quando surpreendes-me.

Comentar post



Onde o concreto e o abstracto se encontram.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D