Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Peço desculpa

por RG, em 22.11.06
Venho por este meio, pedir desculpa pelo facto de não fumar.
Mais. Peço desculpa por não fumar, e por nem sequer ter alguma vez fumado.
É verdade, por incrível que pareça, nunca experimentei nenhum cigarro. Podia dizer que tal situação se deveu a ter asma quando era miúdo, ou por considerar bastante desagradável o cheiro a tabaco, mas a principal razão é pura e simplesmente, porque nunca me deu estar para aí virado.

E como é óbvio, oportunidades não faltaram. Aliás, não faltam. Fumar é uma tradição de longa data, e embora toda a gente saiba que faz mal, continuam a existir bastantes fumadores. Agora, cada um faz o que bem lhe entender. Eu, fumar, só mesmo passivamente dos cigarros alheios.
Engraçada mesma, é a reacção das pessoas, quando digo que nunca experimentei fumar uma única vez que seja.
Algumas dizem que não acreditam, outras lá fazem umas piadas, e há até aquelas que se podem conter nos comentários, mas desconfio que na generalidade, devem pensar que sou uma “ave rara”, e provavelmente um “careta”. Afinal de contas, devo ser a única pessoa (principalmente dentro da minha faixa etária) que nunca se aventurou a descobrir a sensação exclusiva, que é fumar.
Por isso lamento imenso, mas não pertenço ao grupo dos fumadores, nem dos fumadores ocasionais.
Talvez tivesse mais sucesso socialmente, já que se sabe que um “tens um cigarro” ou “tens lume”, pode fazer maravilhas. Talvez tivesse uma desculpa, para fazer mais uma pausa no trabalho. Talvez tivesse um belo escape, para estar sozinho com os meus pensamentos, sem ninguém estranhar. Talvez tivesse uma forma airosa de fugir de casa, dizendo que ia comprar tabaco. Mas como não se pode ter tudo, e como ninguém é perfeito, desculpem lá esta mancha no meu curriculum.

RG

Esfumar as ideias

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Onde o concreto e o abstracto se encontram.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D